Notícias

Compartilhe

16/01/2017

Projeto executivo de drenagem comprova vantagens dos tubos PEAD Tigre-ADS

Projeto executivo de drenagem comprova vantagens dos tubos PEAD Tigre-ADS

Projeto fez um estudo comparativo entre os tubos Tigre-ADS e tubos de concreto.

Um projeto realizado pela empresa KF2 Engenharia e Consultoria, de São Paulo, comprovou as vantagens do uso de tubos corrugados de Polietileno de Alta Densidade (PEAD) da Tigre-ADS na implantação de uma rede de drenagem pluvial. A análise traçou um comparativo técnico-econômico do material com os tubos de concreto, solução tradicionalmente utilizada no Brasil.

Para realizar a pesquisa, os engenheiros projetaram uma rede de drenagem pluvial na Rua Joaquim Odorico Teixeira, no Jardim São Luiz, zona Sul de São Paulo. A escolha do local levou em consideração o histórico de alagamentos da região e a possibilidade de as duas soluções (PEAD x concreto) desempenharem eficiência técnica de forma justa.

Maior rapidez e economia do PEAD 

Segundo a pesquisa, assinada pelo engenheiro Fausto Batista, na grande maioria dos quesitos observados, o uso de tubos de PEAD da Tigre-ADS apresentaram vantagem em relação ao concreto.

“A solução Tigre-ADS apresenta condições hidráulicas que garantem otimizações nas redes bem como diversas facilidades de execução, dentre outras, por ser mais leve e de fácil transporte, assentamento em valas de menor largura, menores recobrimentos, etc.”, diz o relatório.

Em relação ao custo da obra, por exemplo, o orçamento do projeto com tubos de PEAD foi 5,92% menor que o do concreto. Já em quesitos técnicos, a rugosidade do tubo de PEAD mostrou maior eficiência hidráulica, permitindo, em alguns casos, a diminuição do diâmetro a ser utilizado, em comparação aos tubos de concreto. 

A facilidade de transporte e agilidade de assentamento também foi apontado como fator positivo, contribuindo para uma execução rápida, evitando os transtornos inerentes a uma obra no sistema viário.

Como a tubulação Tigre-ADS pode ser assentada com menores recobrimentos, ela proporciona maior economia na movimentação de solo (escavação, carga, transporte ao bota-fora, reaterro) e na utilização do maquinário envolvido. Como resultado, a escavação mecânica exige 135 viagens a menos que o concreto e 6 caminhões a menos para remoção de materiais e resíduos.

Programa de redução de alagamentos

O estudo da KF2 Engenharia é parte integrante do “Programa de Redução de Alagamentos – PRA 2 – Lote 3”, desenvolvido pela Secretaria de Infraestrutura Urbana e Obras do município de São Paulo. O plano tem por objetivo minimizar alagamentos em diversos pontos críticos da cidade devido, sobretudo, à ausência de redes de galerias de águas pluviais bem como da insuficiência dos sistemas existentes.

Para ter acesso ao relatório completo da pesquisa, acesse o link.